Esse texto pertence a GATA_DOIDA, sendo que ninguém mais pode deletá-lo.
        Caso você seja gata_doida e queira apagar EM DEFINITIVO o texto, digite sua senha para confirmar a exclusão e clique no botão excluir.

Se você preferir, você pode clicar no número de ordem do texto selecionado e editá-lo, pois a exclusão não poderá ser revertida.

143 - E porque amar errado se amor fugindo "a dicionários e a regulamentos vários"(Drummond) permite amar de todas as formas?
Ame torto e depois ame direito só para ver como é.
Ame a frente, o verso, a contracapa e a poesia do meio.
Ame o avesso, o mesmo, de trás para frente e vice e versa.
E ame o vice e o versa.
E não se esqueça de versar o amor para que amemos a sua poesia.
Ame na acepção da palavra, e ame o clichê, e ame a acepção também - essa palavrinha de sonoridade horrorosa.
Transforme o amor em suor e ame pelos poros.
Ah! E não se esqueça de transformar amor em atos para viver amando...

(Amor)


Senha: